Delegação catarinense debate o futuro da carreira de OJ no 2º Conojus

2019-04-26
service

O 2° Congresso Nacional de Oficiais de Justiça (Conojus) foi considerado sucesso de público e de resultados. Em momento ímpar, o evento, que foi realizado pelo Sindojus-GO em parceria com a Fesojus-Br, em Goiânia/GO, nos dias 11 e 12 de abril passado, proporcionou aos Oficiais de Justiça de todo Brasil uma discussão objetiva sobre a importância da tecnologia e a necessária humanização da atividade no Judiciário nacional, com a participação de delegações de 21 Estados e do Distrito Federal. 

Representando os Oficiais de Justiça de Santa Catarina neste debate, estavam o presidente da ACOJ, Fernando Amorim Coelho, o secretário Fábio Ramos Bittencourt, o diretor Jurídico, Carlos Henrique de Souza, o conselheiro Ricardo Prado, e o diretor de Imprensa e Divulgação,  Everaldo Carneiro da Rosa. “As mudanças no cargo como consequências da tecnologia são   inevitáveis. Nesse sentido, eventos como este são necessários para que possamos nos adaptar com excelência a essas novas plataformas”, acredita Amorim, que participou como debatedor  durante a palestra o “Processo Eletrônico e a atuação do Oficial de Justiça”, ocorrida na tarde do primeiro dia do 2º Conojus.

“A tecnologia não vem para excluir pessoas, mas para auxiliar e servir os Oficiais de Justiça em suas atribuições, pois a humanização da justiça somente pode ser feita com a nossa atuação junto ao jurisdicionado. As inovações tecnológicas advindas do processo eletrônico para as funções privativas de Oficiais de Justiça devem ser pensadas pela categoria para que não se tornem um novo problema, e permitam ao Oficial ser cada vez mais útil a prestação jurisdicional” com esta fala o presidente da ACOJ abriu os trabalhos da primeira tarde do II CONOJUS.

Concordando com ele, os demais Diretores da ACOJ presentes no encontro sinalizaram também para a continuidade desta discussão em solo catarinense, ainda mais quando o Judiciário estadual está a um passo de finalizar a instalação do eproc em todas as Comarcas do Estado. “Estamos em constante evolução e a forma de garantir que seremos atuantes no hoje e também no amanhã é encontrar maneiras de nos adequar ao novo”, finaliza Amorim. 

Na tarde do segundo dia os trabalhos sobre o tema “O Oficial de Justiça como auxiliar na execução da política pública de solução consensual de conflitos” teve os trabalhos presididos pelo Coordenador do Núcleo de Estudos da ACOJ, o Oficial Ricardo Tadeu Estanislau Prado, que expôs seu trabalho sobre  “O Oficial de Justiça Conciliador” sendo aplaudido e despertando o interesse no projeto em vários Estados da Federação.

Na opinião do diretor jurídico da ACOJ: “A troca de experiências entre os Oficiais de Justiça de diversos Tribunais é fundamental para para a formação de uma identidade única e o intercambio de informações positivas para solução dos problemas existentes em cada Tribunal no exercício de nossas funções.” 

Também foi tratado que vivemos um momento impar no que se refere a Reforma da Previdência, que possui pontos nefastos, porém deve ser o momento para conquista de nossa aposentadoria especial, com a participação de parlamentares no evento, em especial o Deputado Charles Evangelista PSL/MG, que estará encampando essa luta ao lado das entidades de Oficiais de Justiça junto Comissão Especial que trata da PEC 6/2019. 

Após dois dias de debate, os participantes definiram que temas tão relevantes para a categoria não podem deixar de ser debatidos. Assim, definiram que em abril de 2020, acontecerá o 3º Conojus, agora na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. 



VEJA O ANEXO




© ACOJ
2019 Todos os direitos reservados.


Newsletter

Cadastre-se e receba nossas notícias


Horário de funcionamento

Segunda a Sexta
das 08:00 às 12:00 hs
das 13:00 às 18:00 hs




ACOJ

Rua Silveira de Souza, n.º 60 - sala 01 - Centro - Florianópolis - Santa Catarina- CEP: 88020-410

Fone Fax: (48) 3879-5501  | [email protected]  |  www.acoj-sc.org.br